INVESTIGAÇÃO DO USO DE FORMULÁRIOS ONLINE PARA AUXILIAR O ENSINO-APRENDIZAGEM DE CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA DISCRETA

Autores

  • ADRIANA ROBERTA MENDONÇA FATEC DE PRESIDENTE PRUDENTE
  • DANIEL DOS SANTOS VIAIS NETO FATEC DE PRESIDENTE PRUDENTE
  • CAMILA PIRES CREMASCO GABRIEL

Palavras-chave:

Microsoft Forms, Plataformas Digitais, Estruturas Finitas, Educação

Resumo

A sociedade contemporânea está sujeita a rápidas transformações, e o computador, peça chave da aceleração da informação, apresenta uma estrutura finita, e o estudo dessas estruturas está a cargo da Matemática Discreta. Devido a pandemia, para facilitar o ensino-aprendizagem de conteúdos em instituições de ensino superior, alunos e educadores estão utilizando tecnologias móveis que acessam a internet. E para aplicar atividades/avaliações nesse modelo de ensino remoto, surgem os aplicativos que possibilitam a criação de formulários online. Este trabalho teve por objetivo avaliar discentes da disciplina de Matemática Discreta com o uso de formulários online, produzidos pelo aplicativo Microsoft Forms, e verificar a satisfação dos participantes da atividade, quanto a utilização desta ferramenta. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliografia sobre assuntos abordados em Matemática Discreta e elaborado um formulário online, com questões relativas à disciplina e questões que buscaram medir o grau de satisfação dos alunos sobre o uso desta tecnologia. Este formulário foi aplicado a um grupo de alunos que cursam o primeiro módulo de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Verificou-se que os discentes tiveram um bom desempenho, considerando a pontuação média de 6,5 nas questões relativas à disciplina e se mostraram satisfeitos ou muito satisfeitos com o uso dessa tecnologia no processo avaliatório. Acredita-se que o uso do formulário online para a aplicação de atividades/avaliações de conteúdos de Matemática Discreta foi eficaz para os fins pretendidos.

Biografia do Autor

ADRIANA ROBERTA MENDONÇA, FATEC DE PRESIDENTE PRUDENTE

GRADUANDA EM TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS.

DANIEL DOS SANTOS VIAIS NETO, FATEC DE PRESIDENTE PRUDENTE

Graduado em Licenciatura em Matemática pelo ICMC/USP (1999) e em Bacharel em Matemática pelo ICMC/USP (2000), Mestre em Ciências (Matemática) pelo ICMC/USP (2002) e Doutor em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela FCA/UNESP (2016). Atualmente, é professor 3/E, membro da Câmara de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e membro da Congregação da Faculdade de Tecnologia de Presidente Prudente - FATEC.

CAMILA PIRES CREMASCO GABRIEL

GRADUADA EM LICENCIATURA EM MATEMÁTICA PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO (2000), MESTRE EM MATEMÁTICA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS (2004), DOUTORA EM AGRONOMIA (ENERGIA NA AGRICULTURA) PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO (2008), PÓS-DOUTORA EM BIOMETRIA PELA UNESP DE BOTUCATU (2011) E LIVRE-DOCÊNCIA EM MATEMÁTICA APLICADA PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO (2018).

Referências

FALEIROS, F. et al. Uso de questionário online e divulgação virtual como estratégia de coleta de dados em estudos científicos. Texto & contexto - Enfermagem. Florianópolis, v. 25, n. 4, e3880014, 2016.

FAZENDA, R. Z. O papel da matemática discreta nos cursos de informática leccionados nas instituições de ensino superior Moçambicanas. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação da Universidade Eduardo Mondlane. Maputo, 2013.

FERREIRA, G. P.; LOZANO, A. R. G. A viabilidade do ensino de matemática discreta na educação básica usando modelagem matemática. IX Congresso Nacional de Educação - EDUCERE - PUC. Curitiba, 2009.

FRANCA, T.; RABELLO, E. T.; MAGNAGO, C. As mídias e as plataformas digitais no campo da Educação Permanente em Saúde: debates e propostas. Saúde em Debate. Rio de Janeiro, v. 43, n. spe1, p. 106-115.

GERSTING, J. L. Fundamentos matemáticos para a ciência da computação. 5ª ed. LTC, São Paulo, 2008.

GONÇALVES, R. R. S. Uma abordagem alternativa para o ensino de análise combinatória no ensino médio. 2014. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática - PROFMAT) – IMPA. Rio de Janeiro, 2014.

LIPSCHUTZ, S.; LIPSON, M. Matemática discreta. 2ª ed. Bookman, São Paulo, 2004.

MENEZES, P. B.; TOSCANI, L. V.; LÓPEZ, J. G. Aprendendo matemática discreta com exercícios. Bookman. Porto Alegre, 2009.

MONTEIRO, R. L. S. G.; SANTOS, D. S. A utilização da ferramenta Google Forms como instrumento de avaliação do ensino na escola superior de guerra. Revista Carioca de Ciência, Tecnologia e Educação (online). Rio de Janeiro: v. 4, n. 2, 2019.

PINTO, R. C. Introdução à análise combinatória. 2014. 59p. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática - PROFMAT) – PUC. Rio de Janeiro, 2014.

RODA. T. M. Análise Combinatória: Uma abordagem diferenciada sem a utilização de fórmulas. 2018. 64p. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática - PROFMAT) – UFSCar. São Carlos, 2018.

SILVA, W. A.; SANTOS, S. C. A.; CRUZ, R. P.; SANTOS, A. L. S. Google Forms como ferramenta para avaliação da aprendizagem. Revista Tecnologias na Educação – Ano 10 – Número/Vol.27, 2018.

SOUSA, F. W. S. O uso do Forms como ferramenta de avaliação no Ensino da Matemática. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática - PROFMAT) – Universidade de Brasília. Brasília, 2020.

Publicado

29-12-2020

Como Citar

MENDONÇA, A. R.; VIAIS NETO, D. D. S.; PIRES CREMASCO GABRIEL, C. INVESTIGAÇÃO DO USO DE FORMULÁRIOS ONLINE PARA AUXILIAR O ENSINO-APRENDIZAGEM DE CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA DISCRETA. Revista Alomorfia, v. 4, n. 3, p. 175-188, 29 dez. 2020.

Edição

Seção

Artigos