SISTEMA DE REGISTRO DO AGROTÓXICO NO BRASIL

Autores

  • Alex Furlan Aguiar Fatec Presidente Prudente
  • Alessandro da Silva Lopes Fatec Presidente Prudente
  • Ari Alves de Oliveira Filho
  • Angela Madalena Marchizelli Godinho

Palavras-chave:

Meio Ambiente, Contaminação, Regulamentação, Mecanismos de regulação

Resumo

Em sociedades de risco como as que vivem os países capitalistas, milhares de dólares são gastos anualmente em busca de novas tecnologias que aprimorem a produção de alimentos. Essas novas tecnologias trazem em si efeitos extremamente nefastos para o meio ambiente e para o ser humano, uma vez que se trata de compostos químicos de potencial toxicológico. Esse é o caso dos agrotóxicos, que no Brasil ainda são largamente usados nas lavouras, contaminando terra, água, ar e, e o ser humano. Utilizou-se nesse trabalho a pesquisa exploratória onde efetuamos o levantamento de informações sobre o registro de agrotóxico no Brasil. Como resultado essa pesquisa buscou discutir: A visão global, os riscos, a contaminação pelos agrotóxicos, a regulamentação do agrotóxico, a definição e mecanismos de regulação, os instrumentos de regulação direta e indireta e as normas regulatórias específicas do agrotóxico. Buscou-se demonstrar possíveis falhas no processo como um todo, onde apesar de ser rigoroso no registro, o controle se perde após a liberação dos produtos, não demonstrando de forma clara e objetiva para a sociedade os potenciais danos ao ser humano,  ao meio ambiente além de gerar uma série de mutações, modificações, e extinções de animais e plantas, alterando assim diversos ecossistemas. Este é o tema deste artigo. Ao final, se propõe que haja uma regulamentação que se possa evitar esses danos.

Referências

BECK, Ulrich. Sociedade de risco: rumo a uma outra modernidade. Tradução de Sebastião Nascimento. São Paulo: Editora 34, 2010.

CARMO, Carlos Alberto. Soberania e sociedade de riscos. Revista Prismas: Direito, Políticas Públicas e Mundialização (substituída pela Revista de Direito Internacional), v. 5, n. 2, 2008. Disponível em: <http://publicacoes.uniceub.br/index.php/prisma/article/view/447>. Acesso: 14 mar. 2014.

FABRETTI, Láudio Camargo. Código Tributário Nacional Comentado. São Paulo: Saraiva, 1998.
MAY, Stefan. Nuevos riesgos, seguridad y prevención: sobre la transformación del estado moderno y de sus formas de actuanción jurídica. In: ALONSO, Estéban Pérez et al. (Orgs).. Derecho, globalización, riesgo y meio ambiente, 2012. Disponível em: <http://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=4251002>. Acesso: 16 abr. 2015.

OLIVEIRA, Sérgio de Souza. O papel da avaliação de riscos no gerenciamento de produtos agrotóxicos: diretrizes para a formulação de políticas públicas. Tese (Doutorado em Saúde Ambiental). Faculdade de Saúde Pública, USP, São Paulo, 2005. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6134/tde-28062005-101218/pt-br.php>. Acesso: 19 mar.2014.

PADILHA, Norma Sueli. Fundamentos constitucionais do direito ambiental brasileiro. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

PELAEZ, Victor; SILVA, Letícia Rodrigues da. ORAUJO, Eduardo. Regulamentação de Agrotóxicos: uma análise comparativa. 13º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia. SBHC, USP: São Paulo, set. 2012. Disponível em: <http://www.sbhc.org.br/site/anais2012>. Acesso: 21 ago.2015.

PELAEZ, Victor; TERRA, Fábio Henrique Bittes; SILVA, Letícia Rodrigues da. A regulamentação dos agrotóxicos no Brasil: entre o poder de mercado e a defesa da saúde e do Meio Ambiente. Revista de Economia, v. 36, n. 1 (ano 34), jan. /abr.2010. Disponível em: <http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/economia/article/viewFile/20523/13714>. Acesso: 29 abr. 2014.

RIBEIRO, Flávio de Miranda. Reforma da Regulação Ambiental: características e estudos de caso do estado de são paulo. 2012. Tese (Doutorado em Ciência Ambiental). Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM), USP, São Paulo, 2012.

TERRA, Fábio Henrique Bittes; PELAEZ, Victor. A história da indústria de agrotóxicos no Brasil: das primeiras fábricas na década de 1940 aos anos 2000. 2008. Disponível em: <http://www.sober.org.br/palestra/13/43.pdf>. Acesso: 19 mar. 2014.

VAZ, Paulo Afonso Brun. O direito ambiental e os agrotóxicos: responsabilidade civil penal e administrativa. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2006.

Publicado

22-12-2019

Como Citar

AguiarA. F.; LopesA. da S.; de Oliveira FilhoA. A.; GodinhoA. M. M. SISTEMA DE REGISTRO DO AGROTÓXICO NO BRASIL. Revista Alomorfia, v. 3, n. 1, p. 49-60, 22 dez. 2019.

Edição

Seção

Artigos