INCENTIVOS À PARTICIPAÇÃO FEMININA NA ÁREA DA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Autores

  • Caroline Martins Sampaio Fatec de Adamantina
  • Marco Aurélio Diana Venturini Fatec de Presidente Prudente
  • Vanessa dos Anjos Borges Faculdade de Tecnologia de Presidente Prudente

Palavras-chave:

Igualdade de Gênero, Tecnologia da Informação, Mulher, Ciência

Resumo

Diversos são os esforços para a promoção da igualdade de gênero em todos os setores da sociedade atual. Em se tratando da participação feminina na área das ciências exatas, particularmente nas áreas relacionadas à Ciência da Computação, tais incentivos são imprescindíveis, uma vez que dados mostram que além de serem minoria entre os trabalhadores da área, existem também diferenças entre os valores pagos para homens e mulheres que atuam na área. Sendo assim, este trabalho tem como objetivo apresentar projetos que visam promover o incentivo a participação feminina na computação. Para o desenvolvimento deste trabalho utilizou-se do método de levantamento bibliográfico, que busca sintetizar conhecimento a partir da consulta a conteúdo de livros e artigos. São apresentadas, além de grandes mulheres que marcaram a história da computação, duas iniciativas atuais que visam a promoção da participação feminina na computação: o projeto Meninas Digitais, da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e o Almanaque para popularização de Ciência da Computação. Esses esforços evidenciam a importância da inclusão de mulheres na área da computação, e que a busca pela equidade entre gêneros na área é necessária.

Referências

BOTELHO, Louise Lira Roedel; DE ALMEIDA CUNHA, Cristiano Castro; MACEDO, Marcelo. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e sociedade, v. 5, n. 11, p. 121-136, 2011.

FRAGA, E. Aumenta a participação de mulheres em cargos de chefia. Folha de São Paulo, São Paulo, 03 mar. 2019.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6° ed. Editora Atlas SA, 2008.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 2017. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/web/censo-da-educacao-superior/censo-da-educacao-superior>. Acesso em: 30 out. 2017.

LEMOS, Narrira. Contingência ciborgue e tecnologias do corpo: personagens para repensar a ciência. 2015. 103 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.

LUBAR, Steve. Men/ Woman/Production/Consumption. In: HOROWITZ, Roger e MOHUN, Arwen. (orgs.) His and Hers: gender, consumption, and technology. Charlottesville, University Press of Virginia, 1998.

MARTINS, Maria do Carmo. Ada Lovelace: a primeira programadora da história. Correios dos Açores, 2016.

MATOS, Rozenilda Luz Oliveira de. O ensino da computação para as meninas: uma trajetória de silêncios e transgressões. 2019.

ROCHA, Cristina Tavares da Costa. EXPRESSÕES DO CIBERFEMINISMO NA CONTEMPORANEIDADE. Revista Tecnologia e Sociedade, v. 2, n. 3, p. 43-61, 2006.

SCHWARTZ, Juliana et al . Mulheres na informática: quais foram as pioneiras?. Cad. Pagu, Campinas , n. 27, p. 255-278, Dec. 2006 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-83332006000200010&lng=en&nrm=iso>. access on 07 Out. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-83332006000200010.

SOARES, Ananda Gabriela do N. Avaliação da atuação das mulheres no mercado de trabalho na área de manutenção de computadores. 2018. 30f. Trabalho de conclusão de curso (Técnico manutenção e suporte em informática). Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.

SOFTEX. Estudo da Softex mapeia a participação das mulheres no setor de TI. Disponível em: <https://softex.br/estudo-da-softex-mapeia-a-participacao-das-mulheres-no-setor-de-ti/>. Acesso em: 26 abr. 2019.

Publicado

11-10-2020

Como Citar

MARTINS SAMPAIO, C.; DIANA VENTURINI, M. A.; BORGES, V. DOS A. INCENTIVOS À PARTICIPAÇÃO FEMININA NA ÁREA DA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. Revista Alomorfia ISSN 2594-5637, v. 4, n. 2, p. 25-44, 11 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos